domingo, 17 de maio de 2015

Caixa anti-umidade para lentes


Andei olhando com atenção minha lente Sigma 150-500mm alguns dias atrás e reparei no que parecia ser o início do surgimento de fungos na objetiva principal da lente. Aí acendeu o alerta amarelo e fui pesquisar mais sobre essas criaturinhas que se alimentam das camadas de tratamento anti-reflexo das nossas lentes. Como resultado dessa breve pesquisa que fiz acabei criando uma caixa para manter a umidade baixa e constante onde posso armazenar a minha lente e a da minha esposa. Nesse post eu coloco alguns detalhes dessa caixa para que quem esteja interessado possa fazer uma também.
Antes de mais nada é preciso saber o que são e quais são as condições que facilitam a proliferação dos fungos. Esse artigo na internet é muito bom: http://www.cameraneon.com/tenha-em-mente/cuidados/fungos/ . Sugiro fortemente a leitura.

Basicamente os fungos adoram escuridão, umidade alta e matéria orgânica. Ou seja, aqueles cases escuros de lente são um prato cheio, ainda mais se são de couro.

Então fiz uma caixa para poder armazenar as lentes. Comprei em uma loja de utilidades uma caixa de plástico com tamanho adequado para nossas lentes e com uma tampa que veda bem.


Basicamente é uma caixa plástica com acomodação para as lentes e dentro tem um recipiente com sílica gel. O recipiente da sílica pode ser aberto ou fechado através de um barbante para controlar a umidade (umidade muito baixa também pode prejudicar as lentes, veja o artigo citado). Dentro da caixa também tem um higrômetro que permite acompanhar a quantas anda a umidade lá dentro.

Sobre o recipiente da sílica gel: eu usei um pote desses de guardar alimentos, escolhei um que fosse raso e largo (para espalhar melhor a sílica). A tampa do recipiente tinha que abrir e fechar facilmente (sem precisar fazer muita pressão), então cortei com um estilete os engates internos dessa tampa, assim ela abre e fecha puxando um barbante (preso com um parafuso). Em cima da tampa coloquei um peso de metal, aí quando a umidade está no valor que eu quero, eu apenas abro uma pequena fresta na tampa da caixa e solto o barbante que mantinha a tampa do recipiente aberta. O peso faz ela fechar e assim o ar na caixa não fica seco demais já que a sílica ficou confinada no seu recipiente.

Abaixo eu coloco algumas fotos e umas explicações adicionais. Faça a sua antes que os fungos danifiquem sua lente! A prevenção é o melhor remédio! Ainda mais se você mora em uma região úmida como aqui em Florianópolis! 

Caixa utilizada. Tem que ter uma também que vede muito bem para que a umidade não entre e sature rapidamente a sílica.

Suportes para as lentes. É opcional, eu fiz apenas para que as lentes não ficassem "rolando" dentro da caixa. Esse suporte fiz com perfis de alumínio parafusados na caixa.
O outro suporte. Descobri que nem precisava furar e parafusar, um monte de cola quente já resolve muito bem. Ali com tampa azul está o recipiente da sílica com o peso preso com fita isolante e o barbante amarrado em uma arruela presa à tampa por um parafuso com porca.
Vista da caixa sem a tampa e com as lentes. A própria tampa da caixa prende o barbante que mantém o recipiente da sílica aberto quando necessário. À esquerda, colado com fita adesiva dupla face está o higrômetro.
Detalhe do higrômetro colado pelo lado de dentro (compra do Mercado Livre).
Tampa do recipiente da sílica gel (bolinhas azuis lá dentro) aberta. Aqui tem um detalhe: para que a tampa azul não "escorregue" para trás ao puxar com o barbante, eu colei com cola quente em baixo dela um pedaço de perfil de alumínio para funcionar como batente. Assim, ao puxar o barbante a tampa não cai. Se a tampa azul tivesse uma dobradiça seria melhor.
Detalhe da tampa do recipiente de sílida gel.
A própria tampa da caixa mantem preso o barbante que segura a tampa do recipiente de sílica aberta. Se entra umidade alí pelo barbante, deve ser muito pouca, a tampa plástica pressiona bem.
Detalhe do higrômetro. Como a caixa é meio transparente pode-se ver através dela o valor da umidade. Aqui está meio alta, 52%, pois eu recém tinha fechado a caixa. Dá para ver também um detalhe do suporte das lentes. Colei em cima uma fita adesiva daquelas com espuma (não sei como se chama) e fiz uns montinhos de cola quente para que as lentes não "rolem" pelo suporte. 
Pote de sílica gel. Comprei um quilograma no Mercado Livre. Vai durar um tempão. Além disso a sílica pode ser seca após estar saturada. Essa é azul e quando está saturada fica na cor rosa. Aí é só secar no forno.
Mais adiante pretendo fazer um esquema de emissão de luz ultravioleta para "torrar" os fungos que estiverem na lente antes de guardá-las na caixa. Quando tiver feito, faço um post também.

Espero que essas informações tenham sido úteis. Se tiver qualquer dúvida, pode escrever nos comentários desse post, logo abaixo.

Saudações a todos!

Miguel





3 comentários:

  1. Gostei da matéria Miguel vou tentar fazer uma, vou passar para os amigos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Adilson! que bom que será útil para ti. Esse inverno foi muito muito úmido aqui em Florianópolis, se não fosse essa caixa, minha lente já estaria tomada de fungos, pois muita coisa mofou aqui em casa. Qualquer dúvida, pode escrever!

      Excluir

Fique à vontade para deixar um comentário.